...

7 dicas que você deveria saber antes de comprar um novo celular

Se você esta pensando em comprar um novo aparelho celular não deixe de ler esta postagem até o final e conhecer 7 dicas que com certeza vão ser cruciais para você fazer a melhor escolha.

por Edson Pessoa
144 Visualizações

Os aparelhos celulares evoluíram bastante e eu fui uma testemunha real de toda esta evolução, até me lembro do primeiro aparelho celular gradiente que ganhei de presente da minha mãe.

Eu creio que talvez você que esteja lendo esta postagem também tenha acompanhado esta evolução.

Ainda tenho pequenos flashs em minha mente das horas e horas que passei jogando o tradicional jogo da cobrinha e as diversas mensagens SMS que troquei com meus amigos e que permanece ainda hoje.

Naquela época eu sabia que a evolução ocorreria, no entanto, jamais achava que seria na rapidez em que aconteceu.

Hoje em dia o aparelho celular também conhecido como smartphone possuem diversas funções que se tornaram essenciais em nossas vidas e que hoje se compara a um pequeno computador.

No entanto, toda a evolução que ocorreu com o passar dos anos também tornou a compra destes aparelhos mais complexa e que muitas vezes pode deixar dúvidas na cabeça de quem não conhece muito sobre o assunto.

Por este motivo, gostaria de compartilhar com você nesta postagem 7 dicas essenciais que você deve considerar quando for comprar um novo aparelho celular/smartphone.

Vamos conhecer quais são estas dicas?

1. Se atente as configurações de tela e resolução

Os aparelhos celulares/smartphones atuais evoluíram muito no que diz respeito ao tipo e tamanho das telas.

Os primeiros aparelhos possuíam telas pequenas e com tecnologias que era focadas apenas em enviar pequenas mensagens de texto e realizar ligações e acessar algumas configurações do aparelho.

E a escolha da tela é essencial na hora de comprar um celular pois o tipo de tela vai influenciar diretamente no consumo de bateria e na qualidade da imagem exibida.

Hoje no mercado temos dois tipos principais de telas para celulares/smartphones: LCD e OLED / AMOLED, com cada tecnologia podendo ter subtipos.

As telas de OLED/AMOLED em geral exibem cores mais vivas e com um preto mais evidente sendo umas das tecnologias mais aplicadas em aparelhos mais avançados.

O LCD (Liquid Cristal Display) que podemos traduzir como uma tela de cristal líquido não possui tanta qualidade nas cores escuras como por exemplo o preto.

Outro detalhe em relação as telas de LCD é que a visão pode ser prejudicada caso se esteja vendo a tela de um ângulo que não seja exatamente de frente para o aparelho.

A tecnologia de tela LCD geralmente é encontrada em aparelhos mais baratos como os smartphones de entrada, no entanto, o que se espera é que as telas de AMOLED.

Se você optar por escolher um aparelho com tecnologia LCD, prefira painéis do tipo IPS LCD (ou semelhante, como LPTS LCD), pois, geralmente, essa variedade oferece mais qualidade de imagem.

Já o tamanho é uma questão de gosto. A maioria dos smartphones atuais tem telas com dimensões variando entre 5 e 7 polegadas.

Se você gosta de assistir vídeos ou jogar no aparelho celular penso que goste de uma tela maior.

No entanto, como falei anteriormente é uma questão de gosto mesmo.

2. Fique atento ao processador

A escolha do processador é muito importante, afinal, é o processador que executa todos os processos que você utiliza no aparelho.

Se o seu smartphone tiver um processador de baixo desempenho, com certeza vai lhe trazer problemas de lentidão e travamentos.

Para aparelhos que utilizam o sistema operacional Android, existem três grandes principais fabricantes de processadores: QualcommMediaTek e Samsung.

A Qualcomm é uma das líderes no seguimento com os seus processadores Snapdragon e os seus chips desde o básico ao avançado são reconhecidos no mercado pelo seu bom desempenho.

A MediaTek costuma equipar celulares de entrada e intermediários e em geral priorizam o custo-benefício em vez de desempenho.

A Samsung possui o seu processador Exynos e obviamente utilizam este processador em seus próprios aparelhos, também abordando versões de processadores para aparelhos de entrada e avançados.

Neste quesito de processador o ideal é você analisar qual o seu perfil de uso do aparelho.

Se você for um usuário que utilizar o smartphone para ligar, enviar mensagens e assistir vídeos, um processador e entrada já vai ser o suficiente, no entanto, se você gosta de desempenho e rapidez os processadores mais avançados é a melhor escolha.

Os processadores Snapdragon da Qualcomm são famosos pelo seu desempenho, mais as outras empresas também possuem bons processadores.

No entanto, fique ciente que quanto mais avançado for o processador, mais caro o smartphone será.

3. Memória RAM: no mínimo, com 4 GB

A memória RAM é fundamental para o funcionamento de um smartphone, porque ela possibilita a execução das aplicações sem travar o aparelho.

A memória RAM ela funciona em parceria com o processador, pois nela é onde são carregadas todas as informações que estão em uso, inclusive recursos do sistema operacional.

Uma quantidade que posso considerar como ideal para um smartphone é a partir de 4GB e aí vale a regra que memória RAM nunca é demais, principalmente se você utiliza jogos e aplicativos pesados como por exemplo: aplicativos de edição de vídeo.

Um aparelho com uma quantidade significativa de memória também vai melhorar a alternância de aplicativos que ficam executando em segundo plano o que dá bem mais fluidez no uso do smartphone.

4. Verifique o espaço de armazenamento interno

Armazenamento interno é algo que quanto mais tiver melhor, segue a mesma ideia da memória RAM.

Principalmente hoje que compartilhamos e recebemos muitas imagens e vídeos, principalmente com o uso de aplicativos como o WhatsApp por exemplo.

Um aparelho com uma capacidade de armazenamento de no mínimo 64 GB é o ideal, no entanto, se você é um usuário que não compartilha ou recebe muitos arquivos de imagem e vídeo e quer comprar um aparelho mais barato, opções a partir de 32GB já consegue atender a sua demanda.

Na maioria dos aparelhos ainda existe a possibilidade de aumentar a memória através de um cartão de memória micro SD.

5. Escolha da Câmera

Com a evolução dos aparelhos celulares (smartphones) as câmeras foram aperfeiçoadas fazendo que um simples celular/smartphone se transformasse em uma verdadeira máquina fotográfica portátil.

Inclusive é muito difícil encontrar um smartphone que tenha apenas uma câmera.

Na verdade, a maioria dos modelos de aparelhos atuais no mínimo possui três câmeras com uma disponível para realizar o efeito de profundidade, outra para fotos com efeito macro e mais uma que funciona como uma câmera ultrawide.

Veja logo abaixo a função de cada uma delas:

  • Profundidade: câmera que ajuda a tirar fotografias com o fundo desfocado.
  • Macro: câmera usada para fotos muito próximas com o intuito de dar aquele efeito de proximidade.
  • Grande angular (ultrawide): Este tipo câmera permite tirar fotos e gravar vídeos com o enquadramento maior do que o convencional.

A configuração que mais é verificada na hora de comprar um smartphone é a quantidade de megapixels do sensor da câmera.

Quanto maior esse número, mais resolução a imagem tem e, com isso, maior é a ampliação da foto sem que a mesma perda a qualidade.

6. Capacidade da bateria

Atualmente a maioria dos aparelhos smartphones Android vem com baterias com autonomias generosas e carregamento rápido.

Portanto, na hora de escolher o seu aparelho celular/smartphone certifique-se da capacidade que a bateria do aparelho possui.

Hoje baterias a partir de 4.000 mAh já são baterias que oferecem uma ótima autonomia de carga para uso moderado do aparelho, podendo até passar de 5 a 7 horas de uso fora da tomada com uso intenso.

Outro ponto interessante é verificar se o aparelho celular que você pretende comprar possui suporte a recarga rápida.

Essa característica de recarga rápida garante que seu celular/smartphone vai recarregar a bateria rapidamente em pouco tempo chegando a carregar 50% de carga em apenas 20 minutos no carregador.

Também é importante verificar se um carregador rápido acompanha o produto: não é raro o smartphone suportar esse tipo de tecnologia, mas trazer um carregador comum.

7. A escolha da marca importa na hora de comprar um novo aparelho celular?

A escolha da marcar é sim muito importante, o ideal é que escolha aparelhos de marcas já consolidadas no mercado Brasileiro. 

Se você estiver pretendendo importar um aparelho celular da China escolha marcas bem destacadas no mercado importador como a Xiaomi (que atualmente se encontra também no Brasil), OnePlus e Huawey.

Vale salientar que alguns aparelhos que são importados da china, apesar de aparelhos muito bons, não possuem serviço de suporte no Brasil como é o caso da OnePlus e Huawey.

Portanto, se for adquirir alguns desses aparelhos, fique ciente que em caso de necessidade de suporte deverá ser enviado novamente para fora do País para realizar a manutenção necessária. 

Se você não quer correr este risco opte então por comprar aparelhos nacionais com serviço de suporte mais abrangente aqui no Brasil.

 

Você também poderá gostar de:

Deixe um comentário

Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Caso você esteja de acordo com isso clique em "ACEITAR". Lembre-se que segundo as Leis RGPD e LGPD você poderá cancelar seu consentimento a qualquer momento. ACEITAR CONSULTE NOSSA POLITICA DE PRIVACIDADE