...

O que é Ethereum?

Um ativo que tem crescido bastante em termos de valorização e que está sendo bem explorado por mineradores e investidores do meio digital é a Criptomoeda Ether da rede Ethereum. Mas você sabe o que de fato é a Ethereum? Se você ainda não sabe de forma clara o que é a Ethereum está postagem foi feita exclusivamente para você. 

por Edson Pessoa
94 Visualizações
Uma representação do Ethereum

Photo by Executium on Unsplash

Um ativo que tem crescido bastante em termos de valorização e que está sendo bem explorado por mineradores e investidores do meio digital é a Ether da rede Ethereum.

Mas você sabe o que de fato é Ethereum? Se você ainda não sabe de forma clara o que é a Ethereum está postagem foi feita exclusivamente para você. 

Portanto, leia até o final e entenda detalhes sobre este assunto.

O que é Ethereum? 

Muitas pessoas que ainda não sabe literalmente o que é o Ethereum geralmente possuem a ideia inicial de que se trata de uma criptomoeda, no entanto, na realidade não é uma criptomoeda.

O Ethereum na realidade é uma plataforma aberta que permite a criação e execução de contratos inteligentes, aplicativos descentralizados e tokens.

A criptomoeda de fato e o principal token da rede baseada na tecnologia Blockchain é chamada de Ether (no entanto, algumas plataformas o chamam de Ethereum pela popularidade do nome).

Porém, diferentemente do Bitcoin que nasceu com a ideia de se tornar um meio de pagamento global e descentralizado, o Ethereum surgiu com o objetivo de desenvolvedores criarem soluções descentralizadas para diversos tipos de problemas. 

Portanto, é um projeto que pode ser visto como uma evolução do Bitcoin sendo que voltado a aplicações descentralizadas. 

Quem criou o Ethereum?

A Plataforma Ethereum foi criada por um programador Russo chamado Vitalik Buterin que com aporte de 1 milhão de dólares arrecadados em 2013 por meio de oferta inicial de moeda colocou o projeto de pé no ano de 2015.

Outros desenvolvedores como o Mihai Alisie, Anthony Di Iorio, Charles Hoskinson, Joe Lubin e Gavin Wood atuaram junto de Vitalik Buterin no projeto do Ethereum. 

Hoje Vitalik Buterin possui a Fundação Ethereum que cria inovações e projetos interessantes para a rede Ethereum sendo uma das mais usadas para a criação de stablecoins e aplicações descentralizadas que foi a sua ideai principal desde o início. 

A rede do Ethereum atua com contratos inteligentes, mas, o que são contratos inteligentes?

Contratos inteligentes ou “Smart Contracts” e, inglês são contratos autoexecutáveis que são resistentes a censura ou a fraudes.

Uma vez que são programados e aceitos pelas partes, se tornam irreversíveis.

O conceito de contrato inteligente foi melhorado pelo criptografo Nick Szabo em meados dos anos 90 e foi amplamente usado de forma completamente transparente no BlockChain do Ethereum.

Com o uso de contratos inteligentes dentro da rede Ethereum é possível que duas pessoas totalmente desconhecidas troquem tokens diferentes entre eles sendo impossível que um engane o outro ou deixe de cumprir sua parte do acordo feito. 

Um grande exemplo de contrato inteligente é uma maquina de café ou chocolate quente por exemplo.

No momento que você digita o tipo de bebida que você quer e faz o pagamento com uma ou algumas moedas a maquina vai preparar a sua bebida e vai lhe disponibilizar. 

Nesta operação não existem intermediários diretos envolvidos, nem um papel que você precisa assinar juntamente com uma outra parte, apenas você e uma maquina. 

Logo no momento que você escolhe a bebida que quer, faz o pagamento e a maquia prepara e entrega, ali foi gerado um contrato inteligente. 

A rede Ethereum pode ser usada para criar aplicativos descentralizados, mas, o que seriam aplicativos descentralizados?

Os aplicativos inteligentes também podem ser chamados de “dapps” e se trata de aplicativos que melhoram a experiência que temos com serviços centralizados.

O Ethereum neste cenário é utilizado como um App Store ou Google Play Store, no entanto, sem o poder de decisão centralizado do que vai ficar disponível para o usuário, por este motivo é que ela é conhecida como uma plataforma aberta e blindada contra a censura.

Atualmente existe uma forte tendência em construir aplicativos descentralizados, tendo em vista que são aplicativos seguros e que não possuem falhas no código sendo possível a auditoria por parte de qualquer pessoa.

Outra vantagem dos aplicativos descentralizados é a privacidade, como não tem nenhuma empresa responsável pela custodia destes aplicativos e pelos dados por eles gerados se tornam super confiáveis no que diz respeito a privacidade do usuário. 

Como comprar Ethereum (Ether)?

Para comprar a criptomoeda Ether que é o combustível para o crescimento da Rede Ethereum é necessário criar uma conta em uma corretora de criptomoedas. 

No mercado existem diversas corretoras confiáveis como a: Binance, Mercado bitcoin, FoxBit, BlockChain e Brasil Bitcoin.

Hoje a criptomoeda da rede Ethereum é a segunda criptomoeda em valor de mercado, ficando atrás apenas do Bitcoin.

A estimativa é que a criptomoeda da rede Ethereum  continue crescendo em valorização, o que pode ser uma ótima opção para quem gosta de investir em criptomoedas. 

Criando uma conta numa destas corretoras de criptomedas que citei acima você também poderá comprar outras criptomoedas onde entre elas temos as conhecidas Bitcoin e Bitcoin Cach entre outras. 

Você também poderá gostar de:

Deixe um comentário

Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Caso você esteja de acordo com isso clique em "ACEITAR". Lembre-se que segundo as Leis RGPD e LGPD você poderá cancelar seu consentimento a qualquer momento. ACEITAR CONSULTE NOSSA POLITICA DE PRIVACIDADE